Criar botões para simuladores

Já há muito tempo que tinha imaginado fazer um painel de controlo para o Flight Simulator. Um dos últimos projectos que fiz (PC inside Amiga 1200) devolveu-me essa vontade pois a técnica usada é a mesma. Um painel de controlo serve para os aficionados, (leia-se geeks, ou viciados) em Flight Simulator (um dos melhores simuladores de aviões que existe), terem uma maior sensação de realidade, tendo algumas funções de cockpit num painel externo, em vez das tradicionais teclas do teclado.

Com o tempo os amantes da aeronáutica vão tentando simular melhor o cockpit do avião. Para além dos controladores direcção, velocidade e pedais, disponíveis via joystick e restantes periféricos, tentam também simular funções como: luzes, flaps, comunicações, travões etc… Das várias técnicas existentes, algumas são bem complexas e requerem bons conhecimentos de electrónica, mas a técnica de que hoje vou falar é simples e qualquer um a pode executar com um pouco de habilidade e paciência.

Basicamente o que se pretende é criar um ou mais botões que quando pressionados executem a mesma função que uma tecla do teclado. Por exemplo, imaginemos que para ligar as luzes do avião usamos a tecla “L”, então o nosso botão externo quando pressionado deverá fazer a mesma coisa que a tecla “L” do teclado. Para tal precisamos de um teclado de PC (não o principal que usamos, mas outro), USB de preferência, para o transformar no nosso painel de controlo.

Com o teclado USB (externo), temos tantas funções que podemos utilizar quantas teclas o teclado tiver. De notar que, quando temos dois ou mais teclados ligados no computador, ambos fazem a mesma coisa. Não podemos ter um teclado em que a tecla “L” faça uma coisa e no outro execute outra função. Dois teclados farão funções iguais. Visto que as funções já estão todas feitas, só temos que mudar um pouco o funcionamento do nosso controlador (teclado). Quando o abrimos vamos verificar que é composto por um circuito impresso e por 2 membranas de borracha e obviamente o cabo USB e as teclas em si.

O funcionamento é muito simples: quando carregamos numa tecla, na prática estamos a permitir que a corrente passe pelo circuito impresso. Imaginem uma lâmpada e um interruptor: para termos luz temos de carregar no interruptor para deixar a corrente passar pelo filamento da lâmpada. Aqui é a mesma coisa, para termos a função de determinada tecla temos que carregar nela, esta, quando premida, faz contacto entre 2 pontos de metal das membranas, permitindo que a corrente passe pelos circuitos indo ao circuito impresso e informando o PC via USB qual tecla foi pressionada. Para permitir mais de cem combinações de teclas diferentes o circuito tem dois slots onde encaixa cada uma das membranas. Imaginem que a tecla faz contacto entre dois fios, o “+” e o “-“, ora na pratica é como se a 1ª membrana correspondesse ao “+” a 2ª membrana ao “-“ (ou vice-versa). O 1º slot tem 7 pontos de contacto e o outro 18.

Pode acontecer duas teclas diferentes estarem ligadas a um ponto comum de contacto mas apenas a um. Podemos assim ter dezenas de combinações diferentes e em simultâneo.

Cada tecla quando pressionada empurra uma parte de metal que faz o contacto entre 2 pontos da membrana,

Ora, se substituirmos a tecla por um botão de pressão, o efeito é exactamente o mesmo. Para facilitar, podemos livrar-nos das membranas, elas existem para permitir que todas as teclas funcionem evitando o excesso de fios dentro da caixa do teclado, mas podemos retirá-las e meter fios só para as teclas que queremos. Se ligarmos um fio de um ponto qualquer de um slot até a outro ponto de outro slot, vai fazer uma das cento e tal teclas, apenas temos de testar os diferentes contactos e descobrir qual a combinação das teclas que queremos. Se não for por tentativas também se pode seguir visualmente as pistas da tecla que queremos pela membrana e ir ver onde vai dar, mas acaba por demorar mais tempo.

Imaginemos que a tecla “L” é feita com slot 1 contacto 5 mais slot 2 contacto 12. Se ligarmos um fio entre entes dois pontos o circuito vai informar o teclado que o utilizador está a pressionar o L, mas atenção, um fio ligado de um lado ao outro vai meter vários “L”s no ecrã, pois o contacto é permanente. Para fazer um só L, ou seja um só contacto, temos que meter um interruptor momentâneo, nada mais do que a tecla fazia com um sistema de mola; metemos então um interruptor que gostemos e, pronto, está feito. Parece complicadíssimo, mas é extremamente simples.

Agora, tal como referi, esta técnica aproveita o funcionamento de um teclado convencional em que cada tecla é premida (vai abaixo) e depois volta à posição original (em cima), ou seja, contacto momentâneo não constante. Mas existem interruptores de contacto permanente (sem mola), chamados switch ON-OFF. Mas temos de os ver de outra maneira, não deixa de ser interruptor, mas não é de momento, é constante, fica no ON ou no OFF até fazermos outra acção. Visualmente são mais apelativos mas mais complicados de usar. Por exemplo, ligar as luzes, podíamos meter um switch on/off em que o Off seria a corrente não passa (desligado) e o ON a corrente passa (ligado), mas aqui o efeito era como se a tecla ficasse permanentemente carregada, podendo levar o computador e entrar em erro, (o jogo não está preparado para isto) principalmente se forem vários switchs. Para contornar esta situação é necessário mais trabalho e conhecimentos de electrónica, ficando esta parte para mais tarde quando me aventurar nesse campo.

Mas posso já adiantar que deverá funcionar (não testei) com switches de 3 posições on-on-on. O switch funcionará como um de duas posições (on/off), ficando a posição do meio apenas de passagem para fazer o contacto que necessitamos, ou seja, quando passarmos por exemplo da posição de baixo para a de cima, passamos obrigatoriamente pelo meio e aí faz o contacto, ficando as posições cima e baixo desligadas. A posição do meio, apesar de poder ser permanente, a alavanca não fica lá, ou seja, faz de momentâneo. A questão é que se estes dispositivos têm 6 pinos de contacto e não estou certo que funcione.

Voltando ao projecto, para dar um aspecto minimamente realista, convém usar botões sólidos inseridos por exemplo numa superfície metálica. No meu caso arranjei uma caixa em plástico com tampa em chapa.

Fiz 4 furos com berbequim, deixando espaço para mais tarde colocar outros 4 e pronto, foi só meter os botões e soldar os fios necessários.

A revista PUSHSTART não se responsabiliza por qualquer dano feito no seu computador. Este texto relata um projecto feito pelo autor e não uma regra ou procedimento a usar. Caso o leitor queira replicar o projecto, deverá ter um conhecimento básico de electrónica e está por sua conta e risco.

Autor: Tiago Dias Pesquise todos os artigos por

11 Comments on "Criar botões para simuladores"

  1. kelvin 17 November 2012 at 9:40 - Reply

    opah
    gostei do seu projeto ^^ mas gostaria de saber se vc poderia me dar uma ajuda a um projeto paralelo?
    tipo o progeto compõe-se em um monte de botões de mouse msm ligados entre si e a placa de um teclado USB, a finalidade é ser usado igual a um (MPC) aparelhagen de DJS em um progama que responde por 16 teclas o porém é ki não consigo fazer uma ligação que de respostas no pc e nem na placa sei maper as teclas 🙁 se poder me ajudar pfv vlw a atenção

  2. Tiago Dias 20 November 2012 at 10:57 - Reply

    Olá Kevin, não percebi bem o que pretendes. Envia um mail a explicar o queres fazer que tentamos ajudar.
    Cumprimentos

  3. Rui Azevedo 17 October 2014 at 18:43 - Reply

    eu estou a fazer um trabalho com umas teclas mas elas não são resistentes e vi as tuas e acho que são mais resistentes que as minhas a onde comprastes

    Dame o teu nº telf qeu eu ligo-te
    o meu é 966576516

    Obrigado

    • Pushstart 17 October 2014 at 23:32 - Reply

      Olá Rui,
      que teclas estás a falar? Aqui são botões, as teclas não existem, apenas o circuito interno do teclado.
      Falas dos 4 botões que usei. comprei no ebay, são simples botões de pressão com mola.
      Explica la melhor a tua duvida.

  4. João 5 May 2015 at 18:14 - Reply

    Boa tarde que modelo é o teclado utilizado?
    Já abri dois teclados e não tem a peça preta de encaixe.
    Obrigado

    • Pushstart 5 May 2015 at 22:57 - Reply

      Olá João, eram teclados Microsoft. Mas já fiz com outra marca, não me recordo qual. Ambos tinham o mesmo sistema. O que tens não tem o conector preto? O slot para a fita? Será tudo soldado? Tira uma foto e envia.
      Cumprimentos

  5. Vinicius 10 September 2015 at 22:05 - Reply

    Parabéns meu amigo. deu certinho aki. vlw mesmo!

    • Pushstart 10 September 2015 at 22:32 - Reply

      Olá Vinicius, ainda bem!
      Cumprimentos

  6. Rene 4 August 2016 at 13:22 - Reply

    Bom dia amigo, parabéns, estou tentando fazer um desse aqui, mas meu teclado não tem esse conector preto ele é direto

    • Pushstart 4 August 2016 at 15:01 - Reply

      Olá viva, o que quer dizer com direto? Estão os fios soldados no circuito?
      Cumprimentos

Deixe aqui o seu comentário

Click here to cancel reply.