24: Live Another Day S09EP11 – 9:00 PM – 10:00 PM

A um ritmo intenso e alucinante, é como descreveria este penúltimo episódio de 24. Na hora das decisões, começam a descobrir-se os directa e indirectamente implicados nesta temporada que, apesar de mais curta do que o habitual, conseguiu ainda assim, deixar bem vincada a sua marca. No seguimento do ataque de Cheng, as forças políticas envolvidas encontram-se um impasse, perante aquilo que tudo aparenta ser uma nova Guerra Mundial. Jack e Kate, por sua vez, tentam evitar a todo o custo a apreensão pelas mãos dos russos, o que leva Jack a desconfiar dos meios que estes utilizaram para chegar até à sua localização. Mark fica assim numa situação bastante comprometedora, acabando posteriormente também por ficar a saber que os chineses e russos estão agir em parceria. A posição de Heller e do seu governo fica bastante mais frágil, já que todas as acções encabeçadas por esta inovadora parceria são em nome dos americanos, causando um total descrédito, por exemplo, do governo chinês, que não teme o conflito. Mark une-se a Jack na tentativa de extrair informação de Anatol, relativamente ao paredeiro do equipamento descodificador, causador de todos estes mal-entendidos, bem como a localização do seu portador, Cheng. Como é normal em 24, tudo o que é aparentemente simples de se executar torna-se complicado de alcançar e o final deste penúltimo episódio deixa tudo em aberto para o derradeiro desenlace (ou talvez não) e uma Audrey novamente numa situação muito periclitante.

Russian-bad-guys-24-Live-Another-Day-Episode-11

É na sua génese mais um excelente episódio, direccionado para a acção, recheado de sequências intensas. Paralelamente temos ainda uma série de linhas narrativas para finalizar, o que para quem conhece bem a série, já se advinha que algumas (propositadamente) serão deixadas em aberto – facto que não me agrada particularmente – além de toda a temática que foi lançada logo no primeiro episódio ainda ter muito por explorar. Tecnicamente continua a haver pouco a apontar. Contudo, continuo a achar que a cidade que serve de cenário (ou que deveria servir) não é mais do que um adereço, o que é pena, visto que tinha imenso potencial para muito mais. As decisões são deixadas para o final, e vamos ver o que nos aguarda o último episódio. Posso estar enganado, mas algo me diz que muitos vão ficar agradados e outros tantos nem por isso. Para o último episódio contem igualmente com uma review especial à temporada. Até lá!

Audrey answers the phone.

Cheng: My associate has his weapon pointed at you. Sit back down, on the bench and don´t move. Maybe I´ll allow you to live…

Voltar à página inicial da série 24: Live Another Day

Autor: Andre Santos Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário