Radar – Releta Lima

Um coleccionador do outro lado do Atlântico que trouxe consigo uma paixão enorme por Resident Evil. Apanhado pelo Radar da Pushstart, Releta Lima responde a algumas perguntas e mostra um pouco da sua colecção.

PUSHSTART (PS) – Como é que começaste a coleccionar?

Releta Lima (RL) –No ano de 2001 montei uma locadora (casa de jogos), no Brasil, na minha cidade chamada Tuntum, no Maranhão, com apenas 16 anos de idade e tinhas umas 10 consolas. Não era exactamente uma colecção, mas sim um negócio. Em 2007 cheguei a Portugal, onde realmente comecei a coleccionar a sério!

PS – Que títulos achas que te influenciaram mais quando eras mais novo?

RL – Muitos jogos influenciaram-me, mas dois têm o seu lugar no meu coração: Super Mario Bros. 3 e Resident Evil 2. Jogava em casa de um amigo, onde chegava a dormir 2 a 3 dias só para continuar a jogar.

PS – Costumas procurar activamente por artigos novos para a tua colecção?

RL – Antes procurava coisas com mais frequência, era mais em conta. Hoje em dia, como coleccionar virou moda e todos querem coleccionar videojogos, isto influenciou muito os preços dos itens.

PS – Tens algum foco específico como coleccionador?

RL – Sim, a minha série de jogos favorita, Resident Evil. O meu objectivo é ter todos os artigos já lançados para ela.

PS – Qual foi a tua maior “loucura” em termos de compras?

RL – A compra da PS4, que tive de pedir dinheiro emprestado ao meu patrão para poder comprá-la.

PS – Neste momento, qual o artigo que mais querias ter, mas ainda não conseguiste arranjar?

RL – Gostaria muito de ter um Resident Evil Gaiden, mas anda a preço de ouro. Hoje, tudo é raro ou para colecionadores e os euros ainda não chegam para isto.

PS – Tens problemas “domésticos” por causa desta paixão ou a tua família compreende (ou até participa)?

RL – Não muito, até por que a minha esposa conheceu-me quando eu era dono daquela casa de jogos no Brasil, mas quando abuso nas finanças ela fica brava e levo na cabeça. O problema é que ela não joga e não quer aprender; diz que, se começa a gostar, não teremos mais o que comer em casa!

PS – Que conselho darias a coleccionadores que estejam a começar agora ou que começaram há pouco tempo?

RL – Que sejam todos ricos (risos). Brincadeira à parte, diria que comecem em coisas que lhes vão trazer nostalgia e boas lembranças, com os amigos ou sozinho. É sempre bom lembrar que coleccionar videojogos é também coleccionar lembranças do passado!

_____________________________________________________________________________________

Quem é?

Nome: Releta Lima

Coleccionador desde: 2007

Sistema preferido: PS1, SNES, Dreamcast e Mega Drive

Jogos preferidos:  Resident Evil 2, Donkey Kong Country 2, Super Mario bros. 3, Top Gear, Shenmue, The Last of Us

_____________________________________________________________________________________

Estatísticas

Número de jogos: 420

Número de sistemas: 50

Item mais valioso: SAM Coupé

A jóia: Resident Evil 2, que tem um valor sentimental, pois foi oferecido pelos amigos Ricardo, Paulo, Miguel e Victor, e o pad edição especial de Resident Evil 2.

Autor: Miguel Coelho Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário