FAST RMX

Velocidade Furiosa 3000: o espaço é o limite!

Vou ser sincero: sou fã da Nintendo, mas nunca joguei nenhum F-Zero. Pelo que sempre li, que é assim e assado, o que eu penso é “boa, é tipo o WipeOut”. Provavelmente, é algum tipo de sacrilégio estar a dizer isto, mas o meu jogo de corridas de naves de referência é o título que se estreou na PlayStation. Passados anos consideráveis, acho que, finalmente, encontrei um digno sucessor para ele. FAST RMX é, para mim, basicamente um WipeOut Switch e ainda bem! Corridas antigravitacionais à velocidade da luz, jogo sujo com armas e power-ups? Óptimo! Além de fazer tudo o que os seus “irmãos mais velhos” já faziam bem, ainda introduz algumas mecânicas específicas, como as áreas de aceleração e desaceleração, que apenas surtem o efeito desejado quando são associadas de forma correspondente à cor da nave . Parece uma pequena inclusão, no entanto, dá todo um sentido rítmico e dinâmico ao jogo. Graficamente, traz-nos um bom espectáculo visual cheio de luz e cor em belas paisagens futuristas.

Este jogo fez-me usar a minha Switch, pela primeira vez, em Table Top Mode a jogar num restaurante contra um amigo, cada um jogando com o Joycon na horizontal, óptima experiência, tudo bem visível e fluido! Olhei em volta para ver a inveja das outras pessoas, contudo ninguém parece ter reparado em nós, pobres ignorantes. É possível jogar localmente ou online com até oito pessoas, todavia, e infelizmente, não surgiu a oportunidade de o fazer ao vivo. No que toca ao online, é o básico, funciona, mas sem grandes hipóteses de escolha ou forma de conectar com os nossos amigos, algo que já deveria estar revisto, se realmente a Nintendo quiser cativar os jogadores para um futuro serviço online pago.

Talvez eu seja um bocado inexperiente no que toca a condução de veículos antigravitacionais, porém as pistas mais avançadas tornam-se bastante difíceis de vencer num lugar que não me deixasse envergonhado. Por outro lado, senti-me sempre incentivado a tentar novamente e fazer melhor.

Para quem não experimentou a sua estreia com FAST Racing NEO, na Wii U, este é um título quase obrigatório; para quem o fez, parece-me estar ao nível do Mario Kart 8 Deluxe como uma versão mais completa e aprimorada do título anterior, não sendo, ainda assim, verdadeiramente uma sequela.

up
Veredicto
Fãs de F-Zero e WipeOut não ficarão desapontados, pois esta série não lhes fica atrás (seja em velocidade ou qualidade).
Plataforma
Nintendo Switch
Produtora
Nintendo
Autor: Joao Sousa Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário