FEZ (Curtas)

Ficha Técnica
Ano: 2013;
Desenvolvido pela Polytron Corp;
Género: Plataformas 2D/3D;
Plataformas: Xbox 360, iOS, PC, PS3, PS4, PS VITA;
Analisado em: PS VITA

 

INTRODUÇÃO

cover_intro

Praticamente após dois anos do lançamento para a Xbox 360, FEZ chega finalmente ao universo Sony e suas (novas) plataformas. Da autoria de Phil Fish, de quem sempre muito se fala e falou, estamos novamente perante um dos melhores títulos indie, que principalmente devido às suas mecânicas conseguiu muito rapidamente, atingir um estatuto poucas vezes conseguidos por muitos outros títulos. FEZ é um jogo de plataformas que possui um design verdadeiramente belo e bem conseguido, e mecânicas extremamente eficazes e intuitivas, que desde o primeiro momento conseguem convencer e agarrar o jogador. Gomez é a personagem principal nesta história com cenários coloridos e um visual absolutamente fantástico e cativante, no qual por entre muitas peripécias e puzzles para resolver vamos avançando, umas vezes com menor e outras com maior dificuldade. A certeza porém, é de que FEZ, independentemente da plataforma onde se jogue é um título fascinante e incrivelmente surpreendente.

 

O BOM

bom_fez

  • Graficamente agradável e cativante. Boas animações de personagens
  • Puzzles desafiantes e exigentes nalguns casos
  • Mecânicas de jogo envolventes e originais
  • Alteração de perspectiva excelente e uma mais-valia para a jogabilidade
  • Adapta-se melhor a dispositivos portáteis do que nas consolas de sala ou PCs pois é um jogo bastante simples

O Mau

mau_fez

  • Apesar da existência de mapas, faltam pistas ou orientações in-game, o que resulta na grande maioria das vezes, numa sensação de desorientação crónica
  • O sistema de portais e a existência de tantos mundos, não ajudam numa progressão directa ou facilitada. Por vezes é simplesmente impossível lembrarmo-nos de tudo
  • Curva de dificuldade algo elevada em certas partes do jogo

O veredito

Apesar de não ser perfeito, FEZ é daqueles títulos simplesmente imperdíveis. FEZ é bom independentemente da plataforma e também a Vita se mostra perfeitamente capaz de o receber. Podermos jogá-lo com a portabilidade associada é um grande achievement. FEZ é obrigatório e pode ser descarregado por apenas 9,99€, o que apenas o torna ainda mais irresistível.

 

Autor: Andre Santos Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário