Grand Theft Auto V – PC

O que era bom ficou melhor.

GTA_V_PC banner

Sendo este um dos melhores videojogos que joguei na minha vida, uma nova versão deixa-me com uma impressãozinha na espinha. Aquele borbulhar de sangue que não conseguimos explicar e que é sinónimo que algo bom se avizinha.

Gastei horas e horas com o GTA V na versão PS3 e XBOX. Comecei na consola da Microsoft a explorar o universo, e depois fiz o mesmo pela Sony, chegando ao fim nesta última plataforma. Mais tarde, as versões PS4 e XBOX One saíram, mas já não tive a oportunidade de as “dissecar” a fundo como fiz com as versões anteriores. Ficou-me no entanto registado o maior poder de fogo visual e não falo de armamento. O grafismo estava em outro nível, mais refinado. Algumas alterações aqui e ali, mas era o visual que saltava à vista. Num jogo em que o maior rebuçado era/é o deleite visual, o melhoramento neste campo levava o bolo a ter mais uns andares. A cereja estava cada vez mais lá em cima.

GTA_V_PC (1)

A versão PC, aguardada desde o pontapé de saída, criava mais expectativa a cada dia que passava. A versão finalmente está ai, GTA V para “PeeCee”. A espera acabou!

Tive acesso ao código para Steam, limpinho uma vez mais, download e instalação 5 estrelas mais uma, e lá fui eu à redescoberta desta ilha mágica. Passei a primeira meia hora, apenas a sentir os controlos. Pessoalmente gosto mais de teclado e rato que de gamepad. As teclas são mais pessoais e personalizáveis, e o rato confere maior dinâmica e precisão, principalmente com o novo modo de primeira pessoa que não tive acesso quando joguei em PS3/Xbox. O género FPS está tão ligado ao teclado e rato como a imperial ao caracol. Deixar o comando seguro por duas mãos e passar a ter as teclas na mão esquerda e o rato na direita foi uma passagem natural, sem qualquer problema. Se jogarmos com a vista na primeira pessoa, a sintonia é perfeita. E a condução? Teclado e rato? Não, aqui não é a mesma coisa. Dou por mim a dar toques para o lado enquanto com o pad/joystick da consola apenas virava o que queria. Então e será que dá para usar os dois? Sim dá! Podemos ter um gamepad para a condução e um teclado e rato para quando estamos a “pé”. Poderá não ser prático a mudar de um para outro, mas está ali como opção.

GTA_V_PC (4)

Passada esta meia hora inicial, passei ao online. Nada a apontar, funciona como manda a lei. Estão presentes deathmatches, multi-stage Heists, co-ops, corridas, etc… a liberdade deste mundo aberto, continua a dar asas à imaginação. Existem novidades no online, mas nada que me leve o sorriso às orelhas.

Voltei ao modo single player e comecei a “decantar o vinho”. Foram horas a saborear a “pomada”. Não possuindo uma máquina de topo, mas também não tendo nada que me envergonhe, fui ver os vários modos gráficos. A minha curiosidade inicial foi meter a resolução igual à da versão PS3 para ver as diferenças. Sendo 720p (1280×720) foi para estes níveis que apontei inicialmente o meu “PeeCee”. Liguei a PS3 na minha TV FullHD de 82 cm com um bom cabo HDMI e de seguida o PC com outro bom cabo. Situei o jogo em ambos em vários pontos físicos da cidade e fui alternando o sinal de um para o outro. Na PS3, não temos nada para fazer, a resolução é nativa e não existe nada para afinar. No PC as opções são muitas e com tudo no máximo a diferença é notória. Não imediata, mas detectável. Onde noto mais é no anti-aliasing. Na PS3 nota-se o efeito escadinha em vários pontos do cenário. No PC a imagem e não olhando para o anti-aliasing, é mais nítida, um pouco menos baça talvez. Com anti-aliasing é como compor a comida no prato. É a diferença entre despejar os alimentos ou alinha-los cuidadosamente. Faz o mesmo, mas sabe de forma diferente, pois os “olhos também comem”.

GTA_V_PC (2)

As sombras também saltam à vista, com todo o detalhe no máximo são mais perfeitas que na PS3. A iluminação e efeitos de luz vão pelo mesmo caminho. Mas atenção, estas diferenças não são imediatamente notórias a 720p. Estão lá, mas temos que olhar para um e para outro várias vezes. Experimentei tirar o anti-aliasing totalmente e fiquei com um grafismo base praticamente igual à PS3 (tirando os efeitos).

Depois comecei a procurar vegetação, era aqui que se encontrava uma das maiores alterações gráficas. Procurei árvores, mas sem grandes diferenças, relva, também sem grandes apontamentos até que cheguei às montanhas com vegetação mais alta. Aqui sim, começa-se a notar bem, onde antes aparecia uma vegetaçãozinha, aparece agora vegetação densa, que oscila com o vento. O melhoramento aqui foi substancial, e ainda não tinha subido de 720p.

Pode parecer ser fácil dar de caras com as novidades gráficas, mas a realidade é que não é assim tão directo. Temos de estar no mesmo espaço físico dentro do jogo, no mesmo ângulo para poder comparar directamente. Mas, mesmo no mesmo ângulo, se a altura do dia não for a mesma, a comparação não é bem feita. Se na consola estou em determinado ponto na rua às 10 da manhã e no PC estou no mesmo ponto, mas às 2 da tarde tudo é diferente, a iluminação será diferente, as sombras estão noutra posição etc… já para não falar que por vezes um estava com céu limpo e outro encoberto. Tive de suar para arranjar exactamente o mesmo ponto no espaço físico, temporal e ainda climatérico. Quando este alinhamento aconteceu, ai sim deu para comparar.

GTA_V_PC (6)

Comecei então a subir a resolução. Quanto mais subia mais facilmente se notavam as diferenças como é óbvio. Tudo começa a saltar mais à vista. Não é que os objectos não sejam os mesmos, mas a maior resolução torna tudo mais vivo.

Cheguei aos 1080p (1920×1080) e aqui sim, parece que entramos noutro universo, a PS3 fica lá bem ao fundo e o PC dá as suas cartas. No meu computador não consegui meter o anti-aliasing a 8x mas a 2x e a 4x já se nota bem a diferença, tudo mais certinho e definido.

Ok, mas isto é PC tendo como comparação PS3/Xbox. E então a PS4/XBOX One? Aqui o caso muda de figura. A última geração já é capaz de meter GTA V com 1080P dando um boost significativo no jogo. Enquanto a passagem de PS3 para PC se consegue ver bem a melhoria, e mesmo assim temos de ter atenção, comparando com uma PS4 temos de nos concentrar bastante. Usando a mesma definição (1080p) em ambos, se jogarmos 10 minutos num e 10 minutos noutro alternadamente, vamos notar algumas diferenças mas com alguma dificuldade. Apenas lado a lado e com uma televisão semelhante podemos ver a diferença. Em alguns casos o PC vai mostrar um grafismo mais apelativo, em outros casos a PS4. E muitas vezes cada um dá um visual ou uma sombra diferente sem sabermos qual fica melhor, ou qual o mais correcto. No entanto fazendo um apanhado das diferenças a vantagem vai pender para o PC. Mas requer tempo para tirar esta conclusão. E para o PC ganhar, tem de ser sem dúvida uma máquina bastante potente. Um “PCzito”, não vai conseguir manter 1080p com tudo ao máximo, e, se não for tudo puxadinho ao extremo, não vai ficar melhor que na PS4.

GTA_V_PC (8)

Em resumo, a cereja está ainda mais alta! Mas para quem o jogou em PS4/XBOX One a diferença não é grande. A não ser que tenham capacidade de ir para 4k… Se jogaram em PS3/Xbox, vale a pena jogar de novo, oh se vale!

 

up
Veredicto
O que era bom, está ainda melhor. GTA V para PC é a melhor versão de todas.
Plataforma
PC
Produtora
Rockstar Games
Autor: Tiago Dias Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário