Jett Rocket II: The Wrath of Taikai

7
Longevidade: 5/10
Jogabilidade: 7/10
Gráficos: 8/10
Som: 7/10

Detalhe gráfico interessante | Níveis distintos e variados entre o 2D e o 3D

Bastante curto | Falta de animações e carisma na personagem e inimigos

No universo dos jogos de plataformas, olhando para a biblioteca da 3DS, é fácil perceber quais foram os que nos deixaram grandes memórias, ou aqueles que ainda ansiamos poder jogar um dia. É neste mesmo universo que vão aparecendo alguns jogos que nos tentam distrair desse objectivo, mas que dificilmente cumprirão o efeito pretendido. Disponível através da eShop, a sequela de Jett Rocket que presenciámos na Wii apresenta uma história básica: salvar uns pequenos robôs que foram raptados por Taikai, fazendo-nos atravessar três mundos distintos, com um total de 15 fases. O número de níveis é demasiado curto quando se fala do tempo necessário para passar cada um deles. É uma questão de minutos, o que faz deste um bom título para quem gosta de fazer “speed-runs” sem ter que se lembrar absolutamente nada do jogo.

jettrocket2

Graficamente o jogo tem uma palete de cores interessante, com um bom ambiente a encher os níveis, que vão alternando do 2D para o 3D, ou até misturando ambos, mas o próprio Jett Rocket, assim como os inimigos parecem bastante básicos, sem grandes animações quando seriam necessárias. Espalhados pelo jogo estão também itens coleccionáveis que parecem não oferecer grande desafio, a não ser encontrá-los e resolver pequenos puzzles que normalmente são botões que abrem plataformas ou portas novas.  Para ajudar nesta aventura o item que se encontra mais no jogo é o jet-pack que dá razão de ser ao nome do nosso herói, e que sem o qual não conseguiríamos atingir certos pontos mais altos nos variados níveis, ou até chegar a um coleccionável fora de rota. Além dos níveis ditos normais, há um ou outro que tende a ser diferente, proporcionando outro estilo de jogo, como o nível da mota de água, e também temos à disposição mini-jogos antes de embarcar numa nova fase. O melhor de tudo é que não vão encontrar nem níveis nem formas de jogar muito repetitivas, já que a forma alternada entre o 2D e o 3D é bem aplicada.

jettrocket4

Jett Rocket II não deixa de ser um jogo sólido, cumprindo o objectivo de ser um título digital e acessível, com um detalhe interessante, mas falha nalguns pontos que fariam deste uma boa adição aos demais existentes. É uma aventura curta e simples, que vale sempre a pena pelo menos experimentar. O primeiro jogo e antecessor a este marcou presença, da mesma forma, na WiiWare e talvez por isso tenha passado ao lado de muita gente, enquanto que The Wrath of Taikai está “mais à vista” e com certeza fará, pelo menos, o gosto dos adeptos deste tipo de jogo.

Autor: Victor Moreira Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário