Mario & Sonic at the Rio 2016 Olympic Games

Para quando algo novo e diferente?

banner

Mais um ano, mais uma competição olímpica, mais um título dedicado a este evento, desta vez, sobre os jogos olímpicos do Rio de Janeiro, no Brasil, no presente ano de 2016. Contudo, existe uma questão que é pertinente fazer: é mesmo necessário lançamentos anuais deste tipo de jogos? Se sim, porque têm de ser todos iguais, não oferecendo nada de novo? É de notar que este jogo não é mau, antes pelo contrário, é bastante satisfatório e divertido. Acontece que, também não acrescenta nada de novo e segue os registos dos anteriores, que já existem desde 2008, sempre com a companhia de Sonic e Mario, dois dos maiores símbolos do mundo dos videojogos, que mereciam mais detalhe e dedicação neste título.

  img5

O modo “história”, o único com algum interesse, visto que o quick play não serve de muito, pois todos os mini-jogos presentes aqui podem ser jogados no modo principal, começa com a criação do nosso atleta, o Mii, que chega ao Brasil para participar nos Jogos Olímpicos. Somos, então, abordados por um representante de cada uma das equipas, a do Mario e a do Sonic, tendo de decidir qual delas vamos representar. Escolhas feitas, está na hora de começar uma jornada repleta de mini-jogos e mais mini-jogos. Vão percorrendo a cidade indo de posto em posto, treinando e competindo com vários personagens conhecidos da série. O vosso personagem vai aumentando os atributos com a prática, de forma a ultrapassarem os vossos adversários.

img2

Isto soa tudo muito bem, mas, após termos jogado uma meia dúzia de jogos, sentimos que a coisa está a repetir-se e percebemos que tudo vai rodar à sua volta, sendo que não existe grande sensação de progressão, até porque a própria dificuldade não aumenta muito. Isto porque, há alguns mini-jogos bastante aborrecidos e que têm controlos péssimos. Alguns deixam a ideia que podia ter sido utilizada outra abordagem, sendo que, aqueles em que usamos o stylus da consola, até estão bem executados.

img6

O jogo é interessante, se for jogado em pequenas doses e com algum espaço de tempo de intervalo. Pedia-se que, passados já oito anos desde o primeiro título com estas características, houvesse mais progressos, como uma história mais interessante ou títulos mais cativantes. Os gráficos são um pouco toscos, além de escassos nos pormenores, o que não se percebe, visto que os personagens já apareceram milhares de vezes noutros capítulos da série e reproduzi-los não deve ser muito difícil. Em algumas partes, nem parece que estamos a jogar numa 3DS.

img1

No final, fica a ideia de que algo mais podia ter sido feito. Os incentivos para jogar passam por desbloquear roupas e acessórios novos, faltando um elemento cativante e refrescante à série. É um jogo médio com algum divertimento, mas a curto prazo. Esperamos que na próxima edição deste evento seja feito algo de novo. Podem deixar os mini-jogos de lado e tentem algo novo. Mesmo que não corra bem, mostraram esforço e vontade de mudar.

up
Veredicto
Uma fórmula que já deu o que tinha a dar. Pede-se algo de novo e diferente.
Plataforma
3DS
Produtora
Nintendo
Autor: Goncalo Cardoso Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário