NBA 2K14

8
Longevidade: 9/10
Jogabilidade: 9/10
Gráficos: 8/10
Som: 8/10

Grande nível de simulação, relatos do melhor que já se viu

As diferenças da versão anterior não são muito significativas

Quando era miúdo vi sair dois títulos que me marcaram muito no campo dos desportos, nomeadamente no Basquete. O Lakers versus Celtics and the NBA Playoffs para PC e o TV Sports Basketball para o Commodore Amiga. Já lá vão muitos anos e este NBA 2K14 leva-me a esse tempo longínquo. Existem semelhanças no brilhantismo destes 3 títulos. O NBA para PC deu-nos uma jogabilidade impressionante com jogadores míticos com a técnica de Michael Jordan, Larry Bird ou o Kareem Abdul Jabbar com os seus famosos cestos em gancho. O TV Sports Basketball para o Amiga levou até nossas casas um ambiente e grafismo únicos, aquele som da borracha a pisar o chão do pavilhão ainda me ecoa na cabeça. Então e o NBA 2K14? Bom, este consegue reunir tudo isto e muito mais.

NBA2K14-13

A evolução que ocorreu nestes (longos) anos é fantástica, mas o salto que temos aqui em causa não é de um velho jogo retro mas sim o salto da versão do ano passado (2013), que já foi uma versão muito boa. Muitos dos jogos de desporto tem uma edição anual, que por vezes não trazem grandes inovações mas apenas uma actualização das equipas. É o caso? Sim e não. Sim porque visto cruelmente o estilo de jogo é o mesmo, o mesmo deporto e a mesma interacção com um update nas equipas/jogadores. Por outro lado, não, porque se virmos bem existem pequenas diferenças e melhoramentos na jogabilidade que mudam a experiência de jogo. Para um jogador que vem jogar a primeira vez a série NBA 2K, se tiver os dois jogos no ecrã sem saber qual deles está a jogar, não vai identificar imediatamente qual o mais recente. Serve isto para dizer que os jogos são muito semelhantes, as diferenças estão lá mas requer tempo para as vermos. Obviamente que se for um jogador batido no tema o caso muda rapidamente de figura.

NBA2K14-04

Para os jogadores veteranos, o 2K14 vai ser uma imediata complicação com os controles do jogo. Existem alterações nas funções de alguns botões e temos agora o stick da direita a comandar a direcção da bola. Se para os seguidores da série o obstáculo vai ser desaprender e aprender novamente os controlos, para os novatos o complicado vai ser perceber a mecânica do enorme leque de funções que podemos executar em campo. Uma coisa é certa, não vai ser fácil para ninguém.

A jogabilidade continua lá toda e ainda mais refinada. Queria destacar a possibilidade de fazer passes sem olhar, o que acarreta um risco adicional mas que pode levar a jogadas dignas de Globetrotters, e os passes a média e longa distância que originam ataques rapidíssimos. Outra melhoria menos visível no imediato são as mudanças de drible de uma mão para a outra muito bem executadas. Os conceitos gerais de defesa estão um pouco diferentes com novas interacções, os bloqueios e as intercepções saem de maneira diferente mas para melhor. No ataque as novidades notam-se menos.

NBA2K14-06

2k14 leva o basquete a um nível de simulação altíssimo, em que o jogador vai necessitar de muitas horas para conseguir extrair o pleno de satisfação. Sendo um jogo de distâncias curtas, comparando com o futebol por exemplo, obriga a um pensamento mais rápido pois a bola muda de campo em segundos. É necessária genica e treino mental para assimilar os controlos e saber o que fazer naquele décimo de segundo. Dominar este jogo não é para todos, requer mesmo muita prática.

NBA2K14-07

O ambiente do jogo continua fantástico, embora não se vejam diferenças muito significativas. Os jogadores estão praticamente iguais, o My Player não parece ter nada de diferente que salte à vista, os recintos muito idênticos, alguma nova animação das pessoas presentes à volta do campo mas sem grandes novidades. Uma boa melhoria são sem dúvida os comentários: estão brutais, com um trio de comentadores a dar um relato impressionante ao jogo, simulando muito bem o real com uma atmosfera espectacular. Em termos de relato, é do melhor que já vi em qualquer jogo de desporto.

As animações de jogo estão em grande nível, com movimentos muito realistas, dribles, lançamentos, as faltas, cutscenes, tudo flui muitíssimo bem sempre com grande preocupação de simular os movimentos do corpo humano.

NBA2K14-08

No campo do áudio, tirando a prestação brilhante dos comentários, nada de novo a salientar, aqui e ali um som novo ou diferente, como por exemplo o som da queda dos jogadores no chão, ou alguns detalhes do público. A escolha da banda sonora teve a ajuda de LeBron James. E é este fenómeno do Basquete, que para além de ser a figura da capa do jogo recai o modo de jogo Path to Greatness. Aqui podemos jogar no futuro em que o jogador dos Miami Heat poderá ou não jogar por outra equipa e defrontar novos jogadores a surgir na ribalta, tudo em temporadas para além de 2014.

O único problema que encontrei neste título digno de registo foi ver alguns jogadores a receberem a bola estando ligeiramente fora das quatro linhas sem que o árbitro assinalasse nada. Não que aconteça muito mas é um detalhe por limar.

NBA2K14-05

Deixo ainda a nota que nesta edição temos a presença de clubes da Europa, um nítido piscar de olho aos países europeus, embora ache que sejam poucos aqueles que vão jogar com essas equipas… mas sim o Basquete na Europa melhora de ano para ano e faz todo o sentido a inclusão de clubes europeus.

NBA2K14-12

2k14 é um grande jogo de basquete. É melhor que o 2k13? Sim, é. Muito melhor? Não. Mas temos de ter em conta que estamos a falar de um jogo de desporto em que as regras são as mesmas a cada ano, e obviamente a jogabilidade e objectivos do jogo terão de ser semelhantes. O nível já está tão alto que a cada edição é difícil fazer melhor, e a verdade é que o conseguiram fazer dentro dos limites da evolução do estilo de jogo.

Se tiver de classificar o jogo como titulo isolado, daria um excelente, um 9 em 10. Mas existindo a versão 2013, fico-me pelo 8.

Autor: Tiago Dias Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário