Pokémon Shuffle

Foram todos capturados… Pelo “free-to-play”!

600x150

O novo jogo freemium da 3DS, e o primeiro da saga Pokémon, traz um pouquinho do anterior Link: Battle! aliando-se a métodos normalmente encontrados em títulos para dispositivos móveis. A premissa é simples: temos um campo de batalha onde devemos trocar peças para formar 3 ou mais iguais, mas ao contrário do típico match 3 game, e tal como acontecia no antecessor puzzler da série, aqui podemos pegar numa peça e trocá-la com outra na outra ponta do quadro. Pelo caminho no mundo do jogo vamos encontrando Pokémons e o objectivo, depois de entrar no campo de batalha, é tentar desferir golpes cada vez mais fortes, juntando 4 ou 5 peças (que na verdade são Pokémons) ou então tentando fazer combos, encadeando vários movimentos certos sucessivos.

01

Para que sejamos bem-sucedidos temos um certo número de movimentos permitidos, que variam de nível para nível, mas isso não significa que capturemos o Pokémon desse nível. Para isso, é importante ficarmos com movimentos extra, que aliado a uma barra de probabilidade de captura, vai aumentar a mesma, aumentado também a hipótese de ficarmos com o dito bicho. E capturar é bastante importante! Podemos, na nossa aventura, escolher até quatro companheiros de suporte, e cada qual, com as características que definem o seu tipo e estilo de ataque, terão um papel importante num combate futuro.

04

É também possível evoluir os Pokémons, através de pedras especiais, que normalmente são prémios de combate contra outros treinadores, e aparecem a cada dez níveis! Um Pokémon evolui dentro do próprio campo de batalha, após algumas trocas com as peças que identificam o dito cujo, e depois, obviamente, de ter a Mega Stone para o mesmo. Evoluções provocam também mais dano, e podem ser uma grande ajuda em batalhas mais difíceis. Pokémon Shuffle é gratuito… de certa forma. Mencionando novamente o universo mobile, e tal como acontece em 95% dessa plataforma, também o tempo de jogo em Pokémon Shuffle é limitado, começando este por nos dar 5 vidas, e tendo em conta que cada nível nos gasta uma, acaba por ser bastante curto, apesar de termos uma nova vida a cada 30 minutos que passemos sem jogar.

06

Após ganharmos um nível somos também coroados com moedas de jogo, que podemos usar para comprar diversos boosts antes de iniciar uma batalha, ou pokébolas mais fortes para aumentar as probabilidades de captura, mas também aqui, se percebe que as moedas não chegam para muita coisa. Para isso, há um sistema de diamantes que podem ser comprados com dinheiro real, utilizando o balanço da eShop, e estes podem ser trocados por vidas ou por moedas de jogo, que facilmente tornam o jogo mais apelativo, fluído e evidentemente fácil. Pokémon Shuffle já atingiu um número absurdo de downloads, e não é de admirar, já que se trata de um freemium de uma saga tão conhecida e que até pode ser um bom entretém em pausas entre jogos, ou uma forma de aliviar a tensão de outros mais exigentes.

08

De qualquer maneira, não posso deixar de mencionar que fica bastante aquém do que foi Pokémon Link: Battle! e tratando-se de um jogo que por si só puxa pelo bolso, podia estar melhor concebido a nível do mapa/mundo, história ou motor de jogo. Mas aconselho, obviamente, por ser um bom passatempo. Não se deixem é levar na cantiga, porque têm melhores alternativas paga uma vez, diverte-te para sempre e quando quiseres.

up
Veredicto
É gratuito mas fica aquém das expectativas. Uma história sem sentido, e algumas falhas básicas deixam-no em segundo plano.
Plataforma
3DS
Produtora
Genious Sonority
Autor: Victor Moreira Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário