Power Up

Power Down

powerup_baner

Aqui está mais um jogo indie que nasceu devido ao auxílio do crowfunding do Kickstarter e é importante que existam este tipo de incentivos para dar uma oportunidade aos novos (e não tão novos) criadores. Power Up estava já disponível para PC e Xbox e, apesar de apenas ter jogado a versão iOS penso que é bastante evidente que é um tipo de shooter que funciona melhor com comandos, teclas ou botões.

powerup_1

Pode ser uma implicância pessoal mas acho que é uma implicância justa, joysticks virtuais não são, de todo, a forma mais atractiva de jogar num smartphone ou tablet. Já experimentei shooters com uma jogabilidade puramente táctil nestes dispositivos em que o disparo é automático e apenas controlamos a direcção da nave e funcionavam muito bem. Não é que Power Up esteja estragado ou não responda convenientemente; responde e o desenho e animação do seu joystick até estão bastante bem. Além do movimento temos também 5 botões com uma boa selecção de armas à escolha, um botão para disparar, outro para uma rajada mais poderosa e um último para o campo de força… no fundo com tanto em que carregar fica um bocadinho a ideia de que andamos a tactear o ecrã na esperança de estar a carregar no sítio certo. Ora pronto, para mim, um shooter ou dispara infinitamente ou é necessário um botão como deve ser.

powerup_2

À parte disso, Power Up é basicamente um jogo arcade à moda antiga, com carradas de naves que são carne para canhão e alguns bosses de respeito. Existe uma narrativa por trás, é verdade, mas sinceramente não me agarrou nada a atenção. Visualmente tem alguns efeitos especiais engraçaditos mas não há muito mais que se lhe diga.

powerup_3

Há bastantes Paint Jobs a ser desbloqueados mas pelo que o nome indica parecem ser apenas mudanças cosméticas… para desbloquear cada um deles é necessário acabar o jogo em versões de dificuldade específicas ou, alternativamente, jogar um certo tempo. 30, 60, 90 minutos e por aí adiante… será que jogar esse tempo é algo tão doloroso assim que mereça uma recompensa? No início, tenho que dizê-lo com franqueza, é um sacrifício sim, pois parece que anda tudo tão lentamente que é simplesmente aborrecido… até pensei que era algum bug! Mas não, era mesmo assim. É pena, pois esse mau doseamento deixa um travo amargo que é difícil de apagar daí para a frente… Se tiverem a paciência para passar essa fase começam a habituar-se ao jogo que, não tendo nada de novo, até não é mau (bastante bem feito se considerarmos que é trabalho duma pessoa). Por outro lado, se ponderar jogar Power Up ou revisitar um clássico como o R-Type, provavelmente prefiro manter-me nos clássicos.

powerup_5

Power Up é um jogo regular que certamente ficaria a ganhar se tivesse uma boa dose do seu próprio título.

up
Veredicto
É um bocado aborrecido passar a fase inicial até ganhar algum ritmo… mas depois até não é mau.
Plataforma
iOS
Produtora
Psychotic Psoftware
Autor: Joao Sousa Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário