Sonic & Knuckles

8
Longevidade: 7/10
Jogabilidade: 8/10
Gráficos: 9/10
Som: 8/10

Em Outubro de 1994, SEGA lança o jogo Sonic & Knuckles, e para espanto de muitos nessa altura não era apenas um jogo mas um pacote de expansão para Sonic The Hedgehog 3, saído no mesmo ano. A Mega Drive primou por expansion packs, sejam em cartuchos da Codemasters, ou pela Mega cd e 32x. Não me queixo nem um pouco do J-Cart do jogo Micro Machines, que ainda hoje me proporciona horas de divertimento, já da mega cd e32x é todo um outro flop de carteira.

sonic-and-knuckles gameplay 3

Sonic & Knuckles  era diferente, porque além de ser um título independente dava continuidade ao jogo Sonic The Hedgehog 3, e contava finalmente a história no seu todo. Isto deve-se ao facto da Sega ter de dividir o jogo em duas partes para colmatar a limitação física de memória do cartucho, não penalizando a carteira do jogador. História à parte, o interessante deste cartucho é representar uma ideia que só com as infra-estruturas actuais de rede, permitiu que consolas possam ter addons e adicionar extras ou mesmo novas linhas de história a jogos. De uma forma muito “analógica” Sonic & Knuckles tornou esse feito realidade dando ideias para DLC´s.

Sonic & Knuckles Gameplay

Através da tecnologia lock-on o cartucho permitia ligar jogos anteriores Sonic The Hedgehog (Mega Drive) e obter novas experiências, nomeadamente novos níveis ou por exemplo, poder jogar Sonic 2 com Knuckles. O que a SEGA tentou com Sonic & Knuckles foi, na minha opinião, uma ideia interessante de marketing, dando a volta de uma forma inteligente às limitações físicas e de tempo que tiveram nessa altura. Em vez de penalizar os fãs da série, deram uma nova narrativa ou perspectiva em jogos anteriores e presenteando uma nova aventura. Uma atitude muito diferente dos actuais DLC´s escondidos em DVD´s ou Blu-Ray´s para compra em jogos da Capcom optando por uma posição bastante mais sincera.

Autor: Francisco Pereira Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário