Subway Surfers

8
Longevidade: 7/10
Jogabilidade: 8/10
Gráficos: 8/10
Som: 7/10

Variedade e grafismo original

Publicidade que teima em atrapalhar e pode influenciar o gameplay

Parece que quantos mais endless runners são colocados no mercado das plataformas móveis, mais acentuado é o interesse do público por títulos deste género. Subway Surfers não é propriamente uma novidade, mas tem feito cada vez mais furor principalmente a quem já se cansou de jogos mais básicos como o Temple Run.

subway-surfers

Com todas as características do estilo, mas com algumas inovações de gameplay, o jogador vê-se na pele de Jake, um grafiter que tenta fugir de um guarda por pintar a estação e metro.Neste caso, podemos optar por três caminhos diferentes para executar os movimentos, por três linhas de metro paralelas, ao contrário do que o estilo nos tem habituado. A verdadeira arma que tem prendido jogadores atrás de jogadores está precisamente na variedade que o jogo oferece. Num mercado como o dos jogos casuais, é de facto impressionante como a variedade de escolhas e opções pode definir o sucesso de um título. Mesmo quando nos cansamos da versão normal do jogo, podemos optar por missões diárias especiais que nos mudam os objectivos. Um modo muito inteligente de variar o gameplay sem ter de o mudar completamente.

1351928576_subway-surfers4

Neste caso, desde a power ups, personagens, material e equipamento, o jogo torna-se um verdadeiro festim para aqueles que gostam de jogar o mesmo jogo de maneira diferente entre as pausas para almoço ou na sala de espera do dentista.Os controlos são simples, intuitivos e muito precisos, principalmente em ecrãs maiores. Não requer grandes introduções ao jogo e é de facílima aprendizagem. Graficamente é quase impecável. É simples e cuidado. O 3D é incrivelmente bem conseguido e aplicado ao conceito do jogo e ao público-alvo. As cores vibrantes e as personagens cabeçudas de olhos esbugalhados que parecem saídas de um filme de animação, deram uma lufada de ar fresco a um mercado que começava a ficar cansado do pixel art, os gráficos retro ou os cenários em contraluz.

1355516364_subway_surfers_2012_12_14_21_41_53_368

Subway Surfers não traz muito de novo à receita, mas é certamente um passo numa direcção diferente aos seus competidores. Tem uma variedade que mais nenhum oferece, e um estilo estético que se diferencia. Evoluiu e expandiu um estilo que também já tinha os dias contados no mercado casual e certamente vai fazer as delícias dos pequenos, e dos mais crescidos.
O preço não é desculpa, visto que o jogo é gratuito (pelo menos até a ganância de personagens e power-ups nos fazer gastar uns tostões) e certamente vai valer a pena pois, no final das contas, é um jogo bastante divertido e desafiante.

Autor: Diogo Martins Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário