Trine Enchanted Edition (Curtas)

Ficha Técnica
Ano: 2015;
Desenvolvido pela FrozenByte;
Género: 2D-RPG;
Plataformas: Wii U, PS4, Mac, PC, Linux;
Analisado em: Wii U

 

INTRODUÇÃO

Trine Enchanted Edition (curtas)rine Enchanted Edition_introdução

Trine leva-nos para um mundo mágico onde um feiticeiro, uma ladra e um cavaleiro (todos eles com habilidades e personalidades diferentes) se cruzam para enfrentar um objectivo em comum. Não escolhemos um personagem no início. Vamos sim, alternando entre eles ao longo da caminhada consoante os obstáculos que nos aparecem.

Para além dos personagens, o que mais se destaca é o próprio mundo que nos faz desejar fazer verdadeiramente parte dele. Os cenários e luzes encantadas são realmente algo de mágico. Seis anos depois do original, chega-nos esta nova edição, que como o nome nos faz acreditar, nos transporta para um mundo ainda mais encantado. Parecia impossível, mas os cenários estão ainda mais pormenorizados, os efeitos de luz ainda mais incríveis e possui ainda mais cor e personalidade. Isto é de malucos!

 

O BOM

Trine Enchanted Edition (curtas)rine Enchanted Edition_o bom

  • Mundo com uma atmosfera característica, cheio de “efeitos mágicos”;
  • Banda sonora misteriosamente bela;
  • Uso do gamepad, principalmente no feiticeiro;
  • Os diferentes personagens tornam este o jogo perfeito para se jogar com amigos (local + online);

O Mau

Trine Enchanted Edition (curtas)rine Enchanted Edition_o mau

  • Destina-se principalmente a quem ainda não jogou o original ou tem saudades do mesmo;
  • Alguns comandos requerem prática;

O veredito

As modificações feitas nesta edição conseguem convencer-nos a entrar novamente neste mundo. É como que se estivéssemos a olhar para ele com um novo olhar. Enquanto esperamos pelo possível terceiro capítulo da série, este é um excelente entretenimento.

É notável o carinho que a Frozenbyte tem por este mundo, pois decidiu ignorar o impossível e libertar mais uns pozinhos de mágica pelos cenários.

Para uma análise mais pormenorizada aos dois capítulos, podem ir a http://revistapushstart.com/2012/06/30/trine-vs-trine-2/

Autor: Luis Teixeira Pesquise todos os artigos por

Deixe aqui o seu comentário